ensino a distância

Os desafios do ensino a distância

O ensino a distância ainda encontra a resistência de muitos alunos e até mesmo professores, que acreditam que essa modalidade não é tão eficiente quanto a presencial. Porém, cada vez mais esse preconceito precisa ser quebrado e as instituições de ensino têm um papel fundamental para isso.

O estudo Online Education for High Ed, por exemplo, explica que o uso de inteligência artificial terá um aumento de até 47,5% dos próximos três anos, apenas nos Estados Unidos. Porém, com o avanço tecnológico que tivemos, por conta da pandemia de Covid-19, os números tendem a ser ainda maiores em todo o mundo.

Dentro desse contexto, o professor tem um novo papel. Afinal, como trabalhar com educação a distância? Já que o futuro do meio acadêmico é híbrido, convém que você entenda mais sobre o tema!

5 dicas para docentes colocarem em prática no ensino a distância

Para que você possa se destacar como educador no ensino a distância e superar os desafios que a modalidade impõe, trouxemos algumas dicas. Confira!

1. Planeje bem as aulas e conteúdos

Independente da forma como os conteúdos das aulas serão apresentados é preciso que haja um planejamento adequado. Para isso, convém consultar a ementa de cada disciplina, disponibilizada pela faculdade.

No plano de ensino de cada módulo constam tópicos geradores que devem ser abordados no decorrer do semestre, de acordo com o tempo que o aluno terá para estudar cada um deles.

Um tópico mais difícil ou que exige mais estudo, por exemplo, deve ser trabalhado em mais conteúdos e formatos, para que o aluno consiga fixar o aprendizado.

2. Seja criativo

Pode até parecer clichê, mas é preciso ser muito criativo para ter sucesso como professor no ensino a distância. Hoje em dia, existem diversos conteúdos e formatos que podem ser explorados, como tutoriais, lives, vídeos gravados em um fundo verde, que podem ser facilmente editados para um cenário diferente e divertido e até a possibilidade de montar um laboratório online para interagir na prática com os alunos.

Além do conteúdo textual em apostilas e explicações em vídeo, podem ser desenvolvidas outras maneiras de ensinar. Uma delas é criar podcasts com convidados para falar sobre determinados assuntos referentes à disciplina, por exemplo.

O uso de jogos educativos também é uma modalidade que está em alta. Com os games, os alunos podem simular situações reais, que vivenciarão quando entrarem para o mercado de trabalho.

Leia também: A tecnologia educacional perante o novo mundo

3. Utilize as ferramentas de comunicação para falar com os alunos

Não é porque o professor e os alunos estão fisicamente distantes que a comunicação precisa ser fria ou simplesmente não ocorrer. As ferramentas de comunicação assíncrona funcionam muito bem e contribuem para que os estudantes não tenham nenhuma dúvida sobre os conteúdos estudados.

Chats e fóruns precisam ser explorados para que haja troca de ideias entre os próprios alunos e os professores. Dúvidas pontuais também precisam ser esclarecidas em conversas privadas, assim se garante que o aprendizado ocorra, de fato.

4. Aposte no uso de ferramentas de apoio

O uso de ferramentas de apoio é essencial para que os alunos fixem o aprendizado mais facilmente no ensino a distância. Existem diversas bibliotecas digitais, por exemplo, que contam com inúmeros livros e revistas científicas, com artigos que podem ser acessados pelos acadêmicos.

Além disso, também existem plataformas de vídeo sob demanda (VOD), com filmes, documentários e programas educativos. Esses conteúdos podem ser oferecidos aos alunos para que eles tenham uma visão ampla acerca do que está sendo estudado.

5. Conte com a estrutura de uma plataforma para ensino a distância

Não importa se o ensino que você pratica é híbrido ou totalmente EAD, contar com uma plataforma para ensino a distância é sempre importante. Isso porque as informações precisam ser disponibilizadas aos alunos de forma organizada e interativa, para que eles consigam ter sucesso nos estudos.

É preciso buscar por uma plataforma adequada, que sirva como uma estrutura para a produção de materiais didáticos que você deseja trabalhar, independentemente do formato. Assim, a interatividade com os alunos será garantida, de modo que o professor somente terá que se preocupar com a produção de conteúdo, as avaliações e as práticas pedagógicas. A parte de infraestrutura estará organizada para que o trabalho possa ser realizado da melhor forma possível.

O cenário da educação está se transformando diante dos nossos olhos e o ensino a distância deve ganhar cada vez mais força. É por isso que os docentes e as instituições devem se preparar para quebrar paradigmas e mostrar que essa modalidade pode sim ter muita qualidade.

Acompanhe as nossas redes sociais para mais informações e dicas sobre as novas formas de ensino para professores e instituições de ensino. Certamente as nossas publicações serão bastante úteis para você.



Share This