Jovem com fone de ouvido olhando para a tela do computador

por que incluir interatividade no material didático?

Em grande parte das vezes, a interatividade é o ponto chave para produzir um material didático mais interessante e engajante! 

A interatividade é uma das melhores formas para aumentar o nível de qualidade no ensino e proporcionar experiências educacionais marcantes, já que promovem novos meios de aprender e incitam o estudante a participar ativamente do seu próprio processo de ensino-aprendizagem. 

Por isso, aqui vão alguns outros motivos para incluir recursos de interatividade no seu material didático. 

Motivo 1 – Melhora a fixação do conteúdo

Os recursos interativos ajudam muito na fixação do conteúdo abordado durante a aula, isso por causa da diferenciação e do impacto que promovem. Tudo que é diferente e marcante, é lembrado com maior facilidade pelos estudantes. 

Vamos pensar no seguinte exemplo… Em uma franquia de lanches, os sanduíches tem diversos nomes para que possamos diferenciá-los, certo? Quando há um lançamento de tempo limitado, o que eles fazem? Colocam um nome diferente com diversos adjetivos tornando-o especial e memorável, dessa forma, tanto a vontade de consumir o produto, quanto a lembrança dele tornam-se maiores, sendo facilmente lembrados. 

A interatividade faz a mesma coisa, pois ela consegue transformar um conteúdo que seria esquecido rapidamente em algo diferente, o que faz com que o aluno consiga absorver a matéria. 

Motivo 2 – Desperta a curiosidade

Fazer com que o estudante seja o protagonista nos processos de ensino-aprendizagem nem sempre é fácil, na realidade, é um dos desafios mais discutidos dentro do universo educacional. No entanto, quando o convidamos a interagir com o conteúdo, ele é retirado do papel de passividade, tendo uma experiência educacional mais ativa e significativa. 

Aproveite e leia também: 5 passos para montar um infográfico incrível!

Motivo 3 – Torna a experiência do aprendizado mais agradável

Muitas vezes desistimos de ler algum tipo de conteúdo em decorrência da quantidade excessiva de texto e ausência de elementos alternativos, mas a simples troca de parágrafos longos por recursos interativos e visuais, os quais apresentam o conteúdo de forma muito simples e objetiva, pode tornar a experiência educacional muito mais agradável ao estudante. 

Dessa forma, o aluno se sentirá mais à vontade e satisfeito com o material, consequentemente, terá uma aprendizagem mais ativa e mais vontade de continuar a aprender. 

Motivo 4 – Abrange diversos tipos de aprendizado

Já existem diversas pesquisas no ramo da educação falando sobre métodos de aprendizagem e as diferentes formas de aprender. Os estilos de aprendizado dos estudantes foram divididos em três categorias: visual, auditivo e cinestésico. 

  • O aluno visual retém conhecimento através da visão, então, vídeos expositivos, infográficos simplificados e imagens objetivas são perfeitos para esses estudantes, já que mesmo absorvendo melhor o conteúdo através da visão, tendem a se dispersar com facilidade, principalmente com excesso de informação. 
  • No entanto, o aluno auditivo aprende melhor por meio da audição e por isso, aulas orais, palestras, vídeos e repetições são ótimos meios de aprendizagem, pois transmitem a informação através da oralidade e dessa forma, possibilitam a maior compreensão para esses estudantes.  
  • E para finalizar, os cinestésicos são aqueles que aprendem melhor executando então, exercícios, seminários, jogos e atividades manuais são os principais meios de aprendizagem dessas pessoas, já que não conseguem permanecer muito tempo em uma só atividade. 

Com a interatividade, é possível criar materiais didáticos multimidiáticos que atendam o estilo de aprendizagem de cada estudante, englobando assim, mais pessoas e modos de aprender. 

O que você achou deste artigo? 

Se você gostou, não deixe de assistir à essa demonstração que fizemos lá no YouTube!  

Siga a gente no Instagram. Conteúdos todos os dias pra você!

Estamos esperando por você. 

Até mais!